| Login | Crie o seu Jornal Online FREE!

TRIBUNA ESCOLAR
Desde: 14/11/2017      Publicadas: 21      Atualização: 02/12/2017

Capa |  Artigo de Opinião e Resenha  |  Caderno de Música  |  Cultura e Lazer  |  Entretenimento  |  NOTICIAS E REPORTAGENS


 NOTICIAS E REPORTAGENS

  00/00/0000
  0 comentário(s)


Oficina debate o descarte e reciclagem do lixo eletrônico em Santarém

Intitulada de "Oficina de Metareciclagem, Traquinagem e Cultura Maker", a ação fez parte da programação da 10º Salão de Livros do Baixo Amazonas.

 

Adriane Gama orientou participantes da oficina sobre forma de metareciclagem, traquinagem e cultura Maker  (Foto: Fábio Cadete/G1)Adriane Gama orientou participantes da oficina sobre forma de metareciclagem, traquinagem e cultura Maker  (Foto: Fábio Cadete/G1)

conceito de que o lixo eletrônico é prejudicial aos seres vivos está mudando. Isso porque iniciativas têm transformado o problema do descarte em empreendimento social. Uma oficina realizada na manhã desta quinta-feira (30), na Escola do Parque em Santarém, oeste do Pará, buscou incentivar iniciativas de pessoas comuns, para reutilização racional de peças de computadores.

A oficina de “Metareciclagem, Traquinagem e Cultura Maker” faz parte da programação da 10º Salão de Livros do Baixo Amazonas, e foi mediada pela bióloga mestranda em educação, Adriane Gama.

A metareciclagem é o processo de reciclagem do lixo eletrônico a partir da desconstrução e reconstrução de computadores, monitores, teclados, aparelhos de DVD, entre outros tipos de lixo tecnológico. O termo também inclui a comercialização de sucatas. “Já a traquinagem é um termo relacionado a ‘gambiarra’, onde certo produto que já é inutilizável em sua função de origem, passa a ter outra após a possível modificação, assim solucionando uma certa problemática. Nesse caso é o descarte impróprio do lixo eletrônico” explicou a mediadora da oficina.

Quando um computador queima, os equipamentos que o compõe tendem a ser jogados fora. Esse lixo é diferente do lixo doméstico, por conta de sua vulnerabilidade aos seres vivos e tempo de degradação. “A Cultura Maker, no entanto, é uma ressignificação de um hobby conhecido como ‘faça você mesmo’, que passa a resolver um problema de sua realidade. Não é simplesmente o fato de reutilizar o computador, mas ter uma consciência crítica dessas ferramentas tecnológicas. Utilizar a máquina como ferramenta de transformação social. A cultura maker traduz um novo significado colaborativo em ações sociais, ambientais e educacionais" definiu a bióloga.

 
Oficina de Metareciclagem, Traquinagem e Cultura Maker realizada na biblioteca do Parque da Cidade, em Santarém (Foto: Fábio Cadete/G1)Oficina de Metareciclagem, Traquinagem e Cultura Maker realizada na biblioteca do Parque da Cidade, em Santarém (Foto: Fábio Cadete/G1)

Oficina de Metareciclagem, Traquinagem e Cultura Maker realizada na biblioteca do Parque da Cidade, em Santarém (Foto: Fábio Cadete/G1)

 

A oficina visou esclarecer dúvidas, como o funcionamento do sistema de um computador, e sugeriu para acadêmicos e educadores presentes o que pode ser feito com as peças como HD, placa mãe e processadores.

Teclas do teclado, fonte e mouse viram naves e carrinhos. Já os fios elétricos se transformam em pulseiras. Há criatividade também para ferramentas mais remotas, como os disquetes e CD Room que viram porta lápis. A placa mãe também pode se transformar em caixas decorativas para estantes, mesas e prateleiras.

Na escola municipal João Batista Miléo, o projeto "Nosso lixo é um luxo" trabalha a metareciclagem com os alunos do ensino fundamental. “O descarte de um computador velho é um problema, pois onde ele será jogado? Além do computador é importante saber que o lixo eletrônico é também um celular que não funciona, um televisor queimado. Então, é muito lixo em Santarém, imagina em escala mundial. Tudo isso os alunos tiveram conhecimento e foram conscientizados sobre a importância da reciclagem”, contou a professora Karen Lavor.

 
Projeto 'Nosso lixo é um luxo' transforam placa mãe em porta caneta (Foto: Karen Lavor/Divulgação/Arquivo Pessoal)Projeto 'Nosso lixo é um luxo' transforam placa mãe em porta caneta (Foto: Karen Lavor/Divulgação/Arquivo Pessoal)

Projeto 'Nosso lixo é um luxo' transforam placa mãe em porta caneta (Foto: Karen Lavor/Divulgação/Arquivo Pessoal)

 

O desenvolvimento

 

O trabalho é feito com três turmas da escola municipal João Batista Miléo e foi dividido em etapas. No primeiro momento foram realizadas aulas teóricas, apresentando o tema para os alunos. Depois, foram feitos jogos educativos onde os alunos aprenderam o que fazer e o que não fazer, onde colocar, quais os tipos de lixo. Em seguida videoaulas mostraram a prática da reciclagem do lixo eletrônico, e por fim, construíram os objetos.

 
 
Alunos projeto Alunos projeto

Alunos projeto "Nosso lixo é um luxo" apresentando os resultados do trabalho no 10º Salão do Livro do Baixo Amazonas (Foto: Karan Lavor/Divulgação/Arquivo Pessoal)

A professora ressaltou que Santarém não possui um lugar apropriado para o descarte de lixo eletrônico, e o cidadão consciente têm que procurar alternativas, por exemplo, envia o lixo para uma cidade, ou até um outro país que trata corretamente da sucata.

“A Universidade Federal do Oeste do Pará tem esse trabalho de reciclagem, e envia o lixo eletrônico coletado para um local que de fato é tratado. Estamos esperando uma parceria em 2018 do Centro de Recondicionamento de Computadores (CRC), que deve ser implantado em Belém. Ainda não é em Santarém, mas ao menos já é um local mais próximo” finalizou.

 
Resultado do projeto 'Nosso lixo é um luxo' desenvolvido na escola municipal João Batista Miléo (Foto: Karen Lavor/Divulgação/Arquivo Pessoal)Resultado do projeto 'Nosso lixo é um luxo' desenvolvido na escola municipal João Batista Miléo (Foto: Karen Lavor/Divulgação/Arquivo Pessoal)



  Mais notícias da seção noticias no caderno NOTICIAS E REPORTAGENS
01/12/2017 - noticias - Oficina debate o descarte e reciclagem do lixo eletrônico em Santarém
Intitulada de "Oficina de Metareciclagem, Traquinagem e Cultura Maker", a ação fez parte da programação da 10º Salão de Livros do Baixo Amazonas....
26/11/2017 - noticias - Unama divulga lista de aprovados no vestibular 2018
Escola conta com um total de 32 aprovados no processo seletivo , realizado no domingo ...



Capa |  Artigo de Opinião e Resenha  |  Caderno de Música  |  Cultura e Lazer  |  Entretenimento  |  NOTICIAS E REPORTAGENS
Busca em

  
21 Notícias